devocionais

Devocionais

SOBERANO ABSOLUTO

"Soberano absolutoEntão, enviou Saul mensageiros para trazerem Davi, os quais viram um grupo de profetos profetizando, onde estava Samuel, que lhes presidia; e o Espírito de Deus veio sobre os mensageiros de Saul, e também eles profetizaram." 1 SAMUEL 19.20Este é um dos muitos cenários incomuns que encontramos nas Escrituras, porque não conseguimos captar a verdadeira essência dos acontecimentos que nos são descritos.De qualquer modo vale a pena uma pequena reflexão sobre os acontecimentos descritos na passagem. O ódio de Saul contra Davi havia chegado a proporções verdadeiramente grotescas. Em dois momentos ele havia tentado atingir Davi com a lança.Ordens foram dadas para que o prendessem, mas Davi sempre conseguia escapar. Napresente ocasião, Saul foi avisado quanto ao local onde Davi se escondia e os mensageiros foram enviados para prende-lo. Entretanto, o Espírito de Deus veio sobre elese começaram a profetizar junto aos demais profetas reunidos com Samuel. Esta cenase repetiu três vezes, quando os mensageiros foram tomados pelo Espírito de Deus.Por último, Saul decidiu capturar pessoalmente Davi. Nessa altura dos acontecimentos, o rei já não conseguia dominar a fúria despertada pela aparente incapacidade dosseus homens. Quando chegou ao local onde Samuel se encontrava com os profetas,sobreveio-lhe o Espírito do Senhor e ele começou a profetizar. Isto durou um dia e uma noite. Ele nada pode fazer para evitar a situação, e nem conseguiu levar adiante seuplano maligno contra aquele que despertava tanta inveja em seu coração.Ousamos fazer algumas simples considerações sobre o acontecido. Inicialmentevemos que todos os mensageiros, inclusive o rei, profetizaram, mas nenhum deles setornou profeta. Isto é importante observar porque existe em nós uma tendência para confundir as ações com a pessoa que as executa. Pensamos que, ao fazer o trabalho, qualquer um conta com a aprovação de Deus sobre si. O Senhor, contudo, pode usarum inclusive um jumento, caso necessário! Isto não torna o anímal numconsagrado servo do Senhor. Ser um servo na casa do Senhor exige muito mais que ahabilidade de fazer coisas boas para Deus.Em seguida, constatamos que nenhum plano do homem prospera se Deus não oautorizar, mesmo quando os propósitos são maldosos. Muitas vezes, acreditamos queo inimigo anda solto fazendo tudo o que deseja sem que tenhamos como nos defenderdele. Esta história nos revela com clareza que o inimigo avança até onde lhe é permitido e nenhum milímetro além. A autoridade de Deus se estende até sobre a vidadaquele que trama o mal dia e noite.Para pensar:" ...é ele quem reduz a nada os príncipes e torna em nulidade os juizes da terra"(saíos 40:23).Pg 221 de ELEVA TEUS OLHOS de Chistopher Shaw

Publicado por Igreja Batista Lindóia em Quinta-feira, 28 de junho de 2018

“Então, enviou Saul mensageiros para trazerem Davi, os quais viram um grupo de profetos profetizando, onde estava Samuel, que lhes presidia; e o Espírito de Deus veio sobre os mensageiros de Saul, e também eles profetizaram.”
1 SAMUEL 19.20

Este é um dos muitos cenários incomuns que encontramos nas Escrituras, porque não conseguimos captar a verdadeira essência dos acontecimentos que nos são
descritos.
De qualquer modo vale a pena uma pequena reflexão sobre os acontecimentos descritos na passagem.
O ódio de Saul contra Davi havia chegado a proporções verdadeiramente grotescas. Em dois momentos ele havia tentado atingir Davi com a lança.
Ordens foram dadas para que o prendessem, mas Davi sempre conseguia escapar. Na
presente ocasião, Saul foi avisado quanto ao local onde Davi se escondia e os mensageiros foram enviados para prende-lo. Entretanto, o Espírito de Deus veio sobre eles
e começaram a profetizar junto aos demais profetas reunidos com Samuel. Esta cena
se repetiu três vezes, quando os mensageiros foram tomados pelo Espírito de Deus.
Por último, Saul decidiu capturar pessoalmente Davi. Nessa altura dos acontecimentos, o rei já não conseguia dominar a fúria despertada pela aparente incapacidade dos
seus homens. Quando chegou ao local onde Samuel se encontrava com os profetas,
sobreveio-lhe o Espírito do Senhor e ele começou a profetizar. Isto durou um dia e uma noite. Ele nada pode fazer para evitar a situação, e nem conseguiu levar adiante seu
plano maligno contra aquele que despertava tanta inveja em seu coração.

Ousamos fazer algumas simples considerações sobre o acontecido. Inicialmente
vemos que todos os mensageiros, inclusive o rei, profetizaram, mas nenhum deles se
tornou profeta. Isto é importante observar porque existe em nós uma tendência para confundir as ações com a pessoa que as executa. Pensamos que, ao fazer o trabalho, qualquer um conta com a aprovação de Deus sobre si. O Senhor, contudo, pode usar
um inclusive um jumento, caso necessário! Isto não torna o anímal num
consagrado servo do Senhor. Ser um servo na casa do Senhor exige muito mais que a
habilidade de fazer coisas boas para Deus.

Em seguida, constatamos que nenhum plano do homem prospera se Deus não o
autorizar, mesmo quando os propósitos são maldosos. Muitas vezes, acreditamos que
o inimigo anda solto fazendo tudo o que deseja sem que tenhamos como nos defender
dele. Esta história nos revela com clareza que o inimigo avança até onde lhe é permitido e nenhum milímetro além.
A autoridade de Deus se estende até sobre a vida
daquele que trama o mal dia e noite.

Para pensar:
” …é ele quem reduz a nada os príncipes e torna em nulidade os juizes da terra”
(saíos 40:23).
Pg 221 de ELEVA TEUS OLHOS de Chistopher Shaw